markinhos poesia

rio de janeiro

Todas as composições postadas nesse perfil, tem os direitos reservados a markinhos poesia.
Sendo assim, qualquer que copiar, gravar, vender ou coisa parecida sem a permissão do autor, estará sujeito a medidas judiciais.

Retrato da voz de um povo

Autor(es): markinhos poesia ,

LETRA:

Sou feliz na comunidade onde eu nasci / Sou feliz na comunidade onde eu nasci / Não tenho vergonha de ser favelado / Estudante de escola da vida eu venci / Meu samba é retrato da voz de um povo / Por isso no morro sou muito feliz / Lá brinquei e tive  infância / Fui criança sem computador / Erdei meu anel de bamba / E meu diplomado de compositor / Aprendi que ser malandro / É manter os pés no Chão / Ser bom filho um bom amigo / Bem quisto e com visto de um bom cidadão / Por isso canto com orgulho, a chama da minha raiz / Do morro pro mundo e provando pra todos / Que sou cria do morro e sou muito feliz / No morro tem festividade / Fazendo cidade curtir de montão / Tem funk, forró, rip rop / E partido alto batido na palma da mão / No morro tem gente da gente / Uma família fora do comum / Que na hora da necessidade / É um por todos e todos por um / Na maioria um povo do bem, focado nessa Diretriz / Pois quem fala mal da favela / Quase sempre não sabe o que diz, sou feliz.

Visualizações: 602

COMPRAR ESSA MÚSICA

COMPARTILHAR NO FACEBOOK

Comentários